MEIs e micro e pequenas empresas podem renegociar dívidas a partir desta segunda (13)

Microempreendedores Individuais (MEIs) e micro e pequenas empresas que faturem até R$ 4,8 milhões anuais podem renegociar dívidas bancárias com os bancos a partir desta segunda-feira (13). Serão renegociadas dívidas não pagas até 23 de janeiro de 2024.

A ação faz parte do Programa Desenrola Pequenos Negócios, lançado em abril pelo Ministério da Fazenda e o Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte com o apoio da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Para aderir ao programa, o microempreendedor ou pequeno empresário deve contatar a instituição financeira onde tem a dívida. A orientação é buscar os canais de atendimento oficiais disponíveis (agências, internet ou aplicativo) e, assim, ter acesso às condições especiais de renegociação dessas dívidas. As condições e prazos para renegociação serão diferenciadas e caberá a cada instituição financeira, que aderir ao programa, defini-las.

De acordo com a Febraban, somente os bancos cadastrados no programa ofertarão condições de renegociação de dívidas. Caso contrário, a sugestão é renegociar dívida mesmo assim ou, então, fazer a portabilidade da dívida para uma instituição financeira cadastrada.

A recomendação para as empresas que forem renegociar suas dívidas é que busquem mais informações dentro dos canais oficiais dos bancos cadastrados.

O Desenrola Pequenos Negócios foi lançado pelo governo federal no dia 22 de abril. Na mesma data, foi publicada uma portaria do Ministério da Fazenda definindo a participação dos bancos nas renegociações. Só entrarão nas renegociações as dívidas vencidas há mais de 90 dias na data de lançamento do programa. Não haverá limites para o valor da dívida nem de tempo máximo de atraso. *Com informações da Agência Brasil

Fonte: Gazeta do Povo

Compartilhe este artigo nas redes sociais

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Últimos posts:

2 horas ago

A Bloomin’ Brands, controladora do renomado restaurante Outback Steakhouse, está considerando uma mudança significativa em suas operações no Brasil. A empresa está…

23 horas ago

Balanço foi impactado por Avon Internacional e tendências da Onda 2 da companhia A Natura&Co (NTCO3) apresentou números mistos em seu balanço divulgado…

2 dias ago

CEO da SouthRock, dona da rede de cafeterias, recebia pró-labore mesmo diante do regime de recuperação judicial da empresa O TJ-SP (Tribunal…

Posts relacionados:

2 horas ago

A Bloomin’ Brands, controladora do renomado restaurante Outback Steakhouse, está considerando uma mudança significativa em suas operações no Brasil. A empresa está…

2 dias ago

CEO da SouthRock, dona da rede de cafeterias, recebia pró-labore mesmo diante do regime de recuperação judicial da empresa O TJ-SP (Tribunal…

4 dias ago

Presidente Décio Lima durante o lançamento da plataforma Crédito Consciente. Foto: Fabricio Almeida. Sebrae une-se ao programa Acredita do governo federal e…