Empresa paranaense de cosméticos cresce 30,5% e fica mais perto da liderança do setor

Empresa paranaense

Segunda maior empresa do setor de cosméticos do Brasil, o Grupo Boticário registra uma expansão de 30,5% no ano passado, no comparativo com 2022. Em valores, o GMV, métrica de desempenho, mostra que as vendas totais da empresa paranaense somaram R$ 30,8 bilhões. O resultado histórico coloca o Boticário ainda mais próximo da liderança do mercado de cosméticos nacional, ao encostar na Natura, que detém o primeiro lugar no setor.

Embora os balanços das duas empresas não permitam uma comparação direta, uma vez que o Grupo Boticário, ao contrário da Natura & Co, é uma empresa de capital fechado, os números divulgados pelas concorrentes mostram que enquanto a empresa paulista contabilizou queda de 33% em sua receita bruta em 2023, a paranaense vem avançando a passos largos. Em dois anos, o Grupo Boticário quase dobrou as vendas, saltando de um GMV de R$ 18 bilhões em 2021 para quase R$ 31 bilhões no ano passado. No último balanço, o faturamento anual da Natura somou R$ 34,7 bilhões.

O Grupo Boticário atribui o desempenho a avanços importantes na estratégia multicanal e multimarcas, com entrada em novos canais, expansão das parcerias em multimarcas e consolidação em categorias. “A sólida performance de 2023 confirma a potência das alavancas internas e consistência no nosso desenho estratégico de longo prazo. Estamos formatando um ecossistema de beleza que expande nossa presença junto aos consumidores brasileiros, por meio de parceiros sólidos, atuando com diversas marcas, em diversas categorias, presentes nos mais diversos canais”, avaliou o vice-presidente do Conselho do Grupo Boticário, Artur Grynbaum.

Segundo o executivo, o crescimento não reflete apenas os resultados de uma única marca, categoria ou canal. “Temos um conjunto de ações que corroboram o desempenho de uma estratégia robusta, bem executada e com geração de valor a todos os clientes do ecossistema.”

O grupo destacou os investimentos em pesquisa e desenvolvimento, tecnologia e marcas, responsáveis por manter o alto nível de inovação, com cerca de quatro mil novos produtos desenvolvidos e dois mil reformulados. Cerca de 26% do GMV da empresa foram provenientes de produtos lançados há menos de um ano. As categorias que tiveram o maior crescimento foram cabelos, perfumaria e cuidados pessoais.

Compartilhe este artigo nas redes sociais

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Últimos posts:

11 horas ago

A Bloomin’ Brands, controladora do renomado restaurante Outback Steakhouse, está considerando uma mudança significativa em suas operações no Brasil. A empresa está…

1 dia ago

Balanço foi impactado por Avon Internacional e tendências da Onda 2 da companhia A Natura&Co (NTCO3) apresentou números mistos em seu balanço divulgado…

3 dias ago

CEO da SouthRock, dona da rede de cafeterias, recebia pró-labore mesmo diante do regime de recuperação judicial da empresa O TJ-SP (Tribunal…

Posts relacionados:

3 dias ago

CEO da SouthRock, dona da rede de cafeterias, recebia pró-labore mesmo diante do regime de recuperação judicial da empresa O TJ-SP (Tribunal…

3 dias ago

Microempreendedores Individuais (MEIs) e micro e pequenas empresas que faturem até R$ 4,8 milhões anuais podem renegociar dívidas bancárias com os bancos…

4 dias ago

Presidente Décio Lima durante o lançamento da plataforma Crédito Consciente. Foto: Fabricio Almeida. Sebrae une-se ao programa Acredita do governo federal e…