Descanse em paz: Shoppings famosos não resistem, ficam diante de falência e começam a baixar às portas

Shoppings famosos não resistem

Os grandes centros comerciais não vivem o melhor momento

A busca por itens de qualidade se tornou o grande alvo dos consumidores nos últimos tempos. Assim, podemos dizer que abrir um negócio não é mais uma das tarefas mais fáceis, principalmente por muitas situações poderem levar ao fim de um grande empreendimento, como é o caso de shoppings.

E por falar nos grandes centros comerciais, é válido dizer que uma situação deixou a muitos em completo estado de desespero. Acontece que, alguns desses locais viveram dias difíceis pela crise financeira.

Para quem não sabe, os Estados Unidos viveram momentos de grande dificuldade econômica em 2023, e segundo o portal ‘Business Insider’, chegará o ponto de existir apenas cerca de 150 shoppings americanos, número muito inferior aos 700 que têm hoje em dia.

A redução desse número vem ocorrendo desde muitos anos. Na década de 1980, por exemplo, eram cerca de 2.500 shoppings, o que leva a conclusão de que as compras online vão ganhar cada vez mais espaço no mercado, afetando diretamente as lojas físicas.

Vale dizer que, o principal fator para a decadência foi a baixa visitação, situação essa que ficou ainda mais agravante com a pandemia de Covid-19 e deixou os shoppings centers fechados ou com diversas restrições por mais de um ano.

A mesma fonte enfatizou que, em 2020, foi realizado uma estimativa de que cerca de 250 shoppings fechariam até o ano de 2025. Por sua vez, em abril de 2023, os analistas estimaram que 50 mil lojas de varejo dos Estados Unidos fechariam até 2027.

O presidente da SiteWorks, Nick Egelanian, disse que os shoppings que irão resistir a pressão e a nova dinâmica de mercado, serão os que tiverem entretenimentos ou lojas e restaurantes de luxos, não convencionais.

Qual o maior shopping do Brasil?

Segundo o portal ‘Maiores e Melhores’, o Centro Comercial Aricanduva não e apenas o maior do Brasil, mas de toda a América Latina. Ele possui 341 mil m² de área construída, num terreno de 1 milhão de m², o equivalente a 143 campos de futebol! São ao todo 545 lojas, 13 salas de cinema, 3 praças de alimentação, além de academias e áreas de lazer.

Fonte: otvfoco.com.br

Compartilhe este artigo nas redes sociais

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Últimos posts:

3 horas ago

A Bloomin’ Brands, controladora do renomado restaurante Outback Steakhouse, está considerando uma mudança significativa em suas operações no Brasil. A empresa está…

23 horas ago

Balanço foi impactado por Avon Internacional e tendências da Onda 2 da companhia A Natura&Co (NTCO3) apresentou números mistos em seu balanço divulgado…

2 dias ago

CEO da SouthRock, dona da rede de cafeterias, recebia pró-labore mesmo diante do regime de recuperação judicial da empresa O TJ-SP (Tribunal…

Posts relacionados:

3 horas ago

A Bloomin’ Brands, controladora do renomado restaurante Outback Steakhouse, está considerando uma mudança significativa em suas operações no Brasil. A empresa está…

2 dias ago

CEO da SouthRock, dona da rede de cafeterias, recebia pró-labore mesmo diante do regime de recuperação judicial da empresa O TJ-SP (Tribunal…

3 dias ago

Microempreendedores Individuais (MEIs) e micro e pequenas empresas que faturem até R$ 4,8 milhões anuais podem renegociar dívidas bancárias com os bancos…