Startups e o novo modelo de desenvolvimento para o país

Artigo do presidente do Sebrae, Décio Lima, trata sobre a importância das empresas inovadoras para o crescimento do Brasil

Por Décio Lima, Presidente do Sebrae

A última década foi marcada por profundas transformações na economia global, impulsionadas pelo avanço acelerado da tecnologia. Nesse cenário, a economia digital e o fenômeno das startups desempenharam um papel fundamental na reconfiguração dos modelos de negócio e das relações comerciais. A disseminação do uso da internet e – em especial – o advento dos smartphones deram força a um movimento que se consolidaria definitivamente com a pandemia de Covid-19.

No Brasil, essas mudanças não poderiam deixar de impactar as micro e pequenas empresas (MPE), que representam 99% dos CNJP e respondem por 30% do PIB do país. Esse novo modelo acirrou a competitividade, forçando as empresas tradicionais a se adaptarem às mudanças com rapidez para acompanhar as tendências de consumo, adotando novos formatos de negócio e abraçando a digitalização. As MPE também precisaram encarar desafios para os quais não haviam sido preparadas, relacionados principalmente à segurança cibernética e à proteção dos dados dos clientes.

Das 7,8 mil startups apoiadas ano passado pelo Sebrae, quase 70% são microempresas de até R$ 360 mil por ano. Todas estas jovens empresas passaram por programas de curta, média e longa duração do Sebrae, em todos os estados do Brasil e em muitas cidades do interior. Com a capilarização de nossos programas de apoio, em pouco tempo, o Sebrae deve se tornar a maior plataforma de desenvolvimento de startups do país e potencialmente do mundo. Além de ações para fomentar startups em todo o Brasil, o Sebrae atua em segmentos e regiões estratégicas para impulsionar os negócios inovadores, como a bioeconomia na Amazônia, por meio do Inova Amazônia, O Nordeste por meio do Startup Nordeste e os diversos programas de apoio à startups em segmentos como saúde, área financeira, indústria 4.0, educação dentre outros.

Com a visão de desenvolvimento da inovação, o Nordeste On – Neon colocou o Maranhão, este ano, no mapa global da inovação com quase 11 mil inscritos. O grande volume de pessoas também repercutiu em resultados práticos com R$ 2,5 milhões de investimentos nas startups e rodadas de negócios. O próximo grande evento será o Startup Summit, quando o Sebrae vai levar para Santa Catarina mil startups de todos os estados brasileiros. Durante o evento, serão anunciados R$ 450 milhões em projetos de inovação de pequenos negócios, com recursos do Sebrae, da Embrapii e empresas (contrapartida). Esses recursos serão destinados aos microempreendedores, as micro e pequenas empresas e startups com porte até R$ 4,8 milhões.

Acreditamos que apoiar as startups brasileiras é o caminho para acelerar as soluções de problemas estruturais do país por meio do desenvolvimento em áreas como inteligência artificial, biotecnologia, energias renováveis, entre outras. Essas inovações aumentam a competitividade no cenário global, geram mais empregos qualificados e bem remunerados.

Por fim, ampliar o universo de empresas inovadoras contribui para a superação de problemas sociais complexos e antigos, como a democratização do acesso à saúde, educação e transporte. Ao transformar sua agenda econômica em um modelo inovador e inclusivo, fundamentado em ciência, tecnologia e sustentabilidade, o Brasil poderá alcançar o almejado desenvolvimento, sem, contudo, deixar nenhum setor da população para trás.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Compartilhe este artigo nas redes sociais

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Últimos posts:

2 dias ago

Estratégia Elas Empreendem pretende incentivar a inclusão social e fortalecer o papel das mulheres no desenvolvimento econômico Agência Gov | Via Planalto…

3 dias ago

BRASÍLIA| Rafaela Soares, do R7, em Brasília11/04/2024 – 07H56 (ATUALIZADO EM 11/04/2024 – 07H56) Decreto foi publicado nesta quinta-feira(FERNANDO FRAZÃO/AGÊNCIA BRASIL) O presidente Luiz Inácio…

3 dias ago

Segunda maior empresa do setor de cosméticos do Brasil, o Grupo Boticário registra uma expansão de 30,5% no ano passado, no comparativo…

Posts relacionados:

2 dias ago

Estratégia Elas Empreendem pretende incentivar a inclusão social e fortalecer o papel das mulheres no desenvolvimento econômico Agência Gov | Via Planalto…

3 dias ago

BRASÍLIA| Rafaela Soares, do R7, em Brasília11/04/2024 – 07H56 (ATUALIZADO EM 11/04/2024 – 07H56) Decreto foi publicado nesta quinta-feira(FERNANDO FRAZÃO/AGÊNCIA BRASIL) O presidente Luiz Inácio…

3 dias ago

Segunda maior empresa do setor de cosméticos do Brasil, o Grupo Boticário registra uma expansão de 30,5% no ano passado, no comparativo…