fbpx

A Asbraf (Associação Brasileira de Franqueados) vem a público manifestar o seu completo repúdio ao ato de discriminação racial e gordofobia promovido por uma franquia da Home Angels, conforme noticiado em uma reportagem do Fantástico neste domingo (17).

É inadmissível e lamentável que, em pleno século XXI, e, principalmente, na semana do Dia Nacional da Consciência Negra, convivamos com esse tipo de conduta. Atitudes de tal natureza revelam, ainda, o descaso de algumas franqueadoras com o suporte e apoio às redes franqueadas.

A uniformidade ou padronização da rede franqueada   aliada a uma estruturada e efetiva prestação de serviços de apoio, orientação e suporte às unidades franqueadas, são os principais fatores de sustentação do sistema de franchising.

Os produtos e serviços disponibilizados, respeitadas as peculiaridades e os traços culturais regionais, devem manter a mesma consistência e alinhamento com os objetivos e prioridades estratégicas da empresa detentora da expertise ou know-how, ou seja, do franqueador.

Nós, da Asbraf, estamos atentos às práticas discriminatórias e ressaltamos que não toleraremos esse tipo de repressão, denunciando às autoridades competentes e cobrando a apuração de responsabilidades.