Programa Emergencial de Acesso ao Crédito terá segunda edição (PEAC 2)

Portaria com as novas diretrizes do programa foi assinada nesta segunda (20/6), durante cerimônia em comemoração aos 70 anos do BNDES

 

Publicado em 21/06/2022 10h40 Atualizado em 21/06/2022 18h34

                                           

A segunda edição do Programa Emergencial de Acesso a Crédito (Peac 2) foi lançada  segunda-feira (20/6) com a assinatura da portaria que estabelece as novas diretrizes para o programa, voltado às micro, pequenas e médias empresas. A assinatura ocorreu durante a cerimônia que comemorou os 70 anos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).  O Peac foi responsável por garantir mais de R$ 90 bilhões de crédito para o setor, por meio de 40 instituições financeiras.

Segundo o ministro Paulo Guedes, o BNDES tem papel fundamental no novo momento da economia brasileira com o fortalecimento do apoio aos micro, pequenos e médios empresários, e não mais somente às grandes empresas. Guedes destacou a importância do banco nos processos de desestatização e incentivo a projetos estruturantes. “É o grande banco de investimento da União, capaz de fazer transformações verticais”, apontou.

O ministro disse, também, que o BNDES pode acelerar a transformação do capital público nacional, gerindo recursos do Fundo da Erradicação da Pobreza e do Fundo de Reconstrução Nacional, em um novo modelo de desenvolvimento. A ideia em gestação é usar o dinheiro das privatizações e da venda de ativos para alimentar esses dois fundos, além de utilizar parte dos recursos para a redução do endividamento público. “Vamos devolver, compartilhar com o povo brasileiro a riqueza construída por gerações”, afirmou.

A mudança do perfil de atuação do BNDES nos últimos anos foi destacada pelo presidente da instituição, Gustavo Montezano. Ele ressaltou que atualmente o banco é um indutor do crescimento multidimensional, diante de uma fronteira de inovação aberta, em um cenário em que ativos intangíveis passam a ter mais valor que os ativos fixos e financeiros. Uma das grandes inovações recentes, de acordo com ele, foi a criação do Fundo Garantidor que deu lastro às operações do Peac durante a pandemia.

A portaria que estabelece as diretrizes da nova versão do programa foi assinada pelo ministro, pelo presidente do BNDES, pela secretária especial de Produtividade e Competitividade do ME, Daniella Marques, e pelo diretor de Participações, Mercado de Capitais e Crédito Indireto do BNDES, Bruno Laskowsky.

A cerimônia contou, ainda, com a participação do presidente dos Correios, general Floriano Peixoto Vieira Neto, que lançou o selo comemorativo pelos 70 anos do BNDES. “O apoio do banco aos cidadãos brasileiros é notório”, destacou.

 

Fonte:https://www.gov.br/economia/pt-br/assuntos/noticias/2022/junho/programa-emergencial-de-acesso-ao-credito-tera-segunda-edicao

 

Compartilhe este artigo nas redes sociais

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Últimos posts:

12 horas ago

A Bloomin’ Brands, controladora do renomado restaurante Outback Steakhouse, está considerando uma mudança significativa em suas operações no Brasil. A empresa está…

1 dia ago

Balanço foi impactado por Avon Internacional e tendências da Onda 2 da companhia A Natura&Co (NTCO3) apresentou números mistos em seu balanço divulgado…

3 dias ago

CEO da SouthRock, dona da rede de cafeterias, recebia pró-labore mesmo diante do regime de recuperação judicial da empresa O TJ-SP (Tribunal…

Posts relacionados:

3 dias ago

CEO da SouthRock, dona da rede de cafeterias, recebia pró-labore mesmo diante do regime de recuperação judicial da empresa O TJ-SP (Tribunal…

4 dias ago

Microempreendedores Individuais (MEIs) e micro e pequenas empresas que faturem até R$ 4,8 milhões anuais podem renegociar dívidas bancárias com os bancos…

5 dias ago

Presidente Décio Lima durante o lançamento da plataforma Crédito Consciente. Foto: Fabricio Almeida. Sebrae une-se ao programa Acredita do governo federal e…