Plano Nova Indústria Brasil põe o Brasil na rota da reindustrialização, afirma a Associação Brasileira de Desenvolvimento

Com recursos de R$ 300 bi, iniciativa do governo federal promete impulsionar a neoindustrialização e a transição ecológica no país

247 – A Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE) celebrou o lançamento do Plano Nova Indústria Brasil, iniciativa do governo federal que visa reposicionar o país nos trilhos da reindustrialização e promover a transição ecológica. A ABDE destaca a pertinência dessa nova política industrial, alinhada com práticas internacionais e capaz de responder aos desafios econômicos, sociais e ambientais enfrentados pelo Brasil.

O presidente da ABDE e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Celso Pansera, avalia que o governo acertou ao investir no potencial do Brasil como produtor de conhecimento e tecnologias. Ele ressalta que as seis missões do Plano Nova Indústria Brasil estão alinhadas com as estratégias adotadas por países como Estados Unidos, Alemanha, França e China ao longo dos anos.

As missões abrangem temas cruciais, como segurança alimentar e energética, acesso à saúde, infraestrutura urbana, tecnologia da informação, bioeconomia e defesa. “O governo acerta em apostar no potencial do Brasil como produtor de conhecimento e tecnologias e ao seguir aquilo que países como Estados Unidos, Alemanha, França e China praticam amplamente há anos”, destaca Pansera.

A ABDE, representando o Sistema Nacional de Fomento (SNF), que é o principal credor dos municípios brasileiros, revela que mais de R$ 74 bilhões foram financiados na última década, representando 98,8% do total de recursos direcionados aos municípios. Até 2026, BNDES, Finep e Embrapii planejam aportar cerca de R$ 300 bilhões, distribuídos em R$ 271 bilhões em financiamentos, R$ 21 bilhões em créditos não reembolsáveis e R$ 8 bilhões em equity. O Sebrae liderará um programa de transformação digital para micro e pequenas empresas (MPEs) em todo o território nacional, com investimentos previstos de R$ 2 bilhões.

“A centralidade do SNF para a retomada da indústria brasileira já havia se provado em 2023, com o aumento expressivo dos recursos do BNDES para a indústria e dos desembolsos da Finep para a pesquisa, desenvolvimento e inovação, que atingiram, neste último caso, o recorde histórico de R$ 4,5 bilhões”, destaca Pansera.

No âmbito do financiamento à exportação de bens e serviços industriais, as instituições financeiras de desenvolvimento (IFDs) ganham destaque, sendo responsáveis por cerca de 90% das operações de crédito. O BNDES, principal financiador, destinou mais de US$ 106 bilhões às exportações entre 2010 e 2021, através da linha BNDES-Exim.

O Sistema Nacional de Fomento (SNF) se destaca como uma rede de mais de 30 instituições financeiras públicas e privadas, atuando em níveis regional e nacional, com a missão de promover o desenvolvimento brasileiro por meio do financiamento a setores estratégicos. A rede congrega bancos públicos e de desenvolvimento federais e estaduais, agências de fomento, bancos cooperativos, Finep e Sebrae. Seu objetivo é viabilizar projetos, financiar atividades produtivas e descentralizar a regionalidade, executando diversas políticas públicas.

Por: Brasil 247

Compartilhe este artigo nas redes sociais

WhatsApp
Facebook
Telegram
Twitter

Últimos posts:

1 dia ago

Medida pode alavancar mais de R$ 35 bilhões em crédito para que os devedores possam refinanciar suas dívidas, segundo o ministro O…

5 dias ago

Estratégia Elas Empreendem pretende incentivar a inclusão social e fortalecer o papel das mulheres no desenvolvimento econômico Agência Gov | Via Planalto…

6 dias ago

BRASÍLIA| Rafaela Soares, do R7, em Brasília11/04/2024 – 07H56 (ATUALIZADO EM 11/04/2024 – 07H56) Decreto foi publicado nesta quinta-feira(FERNANDO FRAZÃO/AGÊNCIA BRASIL) O presidente Luiz Inácio…

Posts relacionados:

1 dia ago

Medida pode alavancar mais de R$ 35 bilhões em crédito para que os devedores possam refinanciar suas dívidas, segundo o ministro O…

5 dias ago

Estratégia Elas Empreendem pretende incentivar a inclusão social e fortalecer o papel das mulheres no desenvolvimento econômico Agência Gov | Via Planalto…

6 dias ago

BRASÍLIA| Rafaela Soares, do R7, em Brasília11/04/2024 – 07H56 (ATUALIZADO EM 11/04/2024 – 07H56) Decreto foi publicado nesta quinta-feira(FERNANDO FRAZÃO/AGÊNCIA BRASIL) O presidente Luiz Inácio…