fbpx

A varejista de moda Forever 21 vai fechar todas as suas 11 lojas na rede carioca de shopping centers Multiplan, após as partes não chegarem a um acordo para renegociação dos contratos de locação dos pontos comerciais.
A informação foi apurada pelo Estadão/Broadcast por meio de fontes do mercado. A Multiplan confirmou a movimentação. A Forever 21 foi procurada pela reportagem, mas não respondeu ao contato.

As conversas entre as partes começaram no fim de 2019, quando a matriz da varejista entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos e apresentou um plano de fechamento de lojas em vários países.
Em um primeiro momento, as operações da Forever 21 na América Latina foram preservadas, mas a chegada da pandemia afetou o comércio no mundo inteiro e complicou ainda mais os negócios do grupo.

A rede de shoppings chegou a mover uma ação de despejo contra a cadeia varejista enquanto as conversas corriam paralelamente. O desfecho das negociações ocorreu nos últimos dias de 2020.

“A discussão foi amigável, mas não chegou a um denominador comum”, afirmou o vice-presidente institucional da Multiplan, Vander Vander Giordano. Segundo o executivo, a inquilina sairá dos shoppings sem deixar dívidas. “Houve uma troca das dívidas pelos pontos”, afirmou, sem revelar mais detalhes.

Giordano lamentou a saída da Forever 21, mas ponderou que a substituição dos lojistas é natural no ciclo de vida dos shoppings. Parte dos espaços vagos vão para C&A, Hering e Riachuelo. Outros pontos ainda estão em negociação.

“A companhia já tem destinação para essas áreas, que são bem valorizadas. A atualização do mix dos lojistas é algo que acontece quase diariamente. Uma loja sai para dar lugar a outra”, disse o executivo.

O fim das atividades da Forever 21 abrange todas as 11 unidades localizadas na rede da Multiplan, entre elas os shoppings Morumbi, Vila Olímpia e Anália Franco (São Paulo), Brasília, Ribeirão Preto (SP), Canoas (RS), entre outras. O fechamento das lojas já começou e será concluído em fevereiro.

A Forever 21 continua funcionando em outros locais, como os centros de compras da Aliansce Sonae e da AD Shoppings. A BRMAlls, que também abriga a varejista, foi consultada sobre a situação da empresa, mas não comentou.

A Forever 21 foi fundada em 1984 pelo sul-coreano Do Won Chang e se tornou bastante popular entre consumidores jovens a partir de meados dos anos 1990. No Brasil, a rede varejista atua desde 2014.

A companhia passou por uma expansão acelerada ao redor do mundo, com abertura rápida de lojas em diversos países. No entanto, teve dificuldades para se manter em sintonia com as mudanças rápidas dos gostos dos consumidores e o dinamismo do comércio eletrônico.

Apesar dos problemas lá fora, a marca é querida no Brasil e tinha desempenho razoável de vendas. Segundo fontes, o grupo teria a intenção de prospectar novos pontos comerciais após deixar a Multiplan.

Fonte: ECONOMIA ESTADÂO